O medo na volta às aulas presenciais – sofrimento de crianças e adolescentes

Tenho visto algumas crianças e adolescentes manifestando intensa preocupação no retorno às aulas presenciais.

Algumas têm medo da contaminação pela CoVid-19 e exibem sinais de Transtorno de Estresse Pós-traumático. Esse tipo de sintoma já foi relatado em outras epidemias ou pandemias como a da H1N1 e da MERS.

Pessoas que passaram por isolamento social podem desenvolver algumas fobias, como medo de profissionais de saúde que são vistos como pessoas contaminadas ou medo de pessoas tossindo e espirrando.

Entretanto, minha percepção é de algo um pouco mais sério.

Vejo que algumas pessoas que já tinham dificuldades de socialização e relacionamento antes da pandemia passaram a se sentir muito confortáveis dentro de casa.

Através das aulas online, o estresse do contato social da escola desaparece. Pessoas mais tímidas ou simplesmente diferente sentem-se mais seguras dentro de casa, onde não são alvos de julgamento e preconceitos. Até a questão do bullying fica amenizada nas aulas à distância.

Dentro de uma bolha, esses garotos e garotas podem se relacionar apenas com aqueles mais próximos. Muitas vezes, vejo que os contatos se restringem aos outros players de jogos online.

Aí é que vem o maior problema. Quando nos relacionamos apenas com aqueles que concordam conosco e compartilham a mesma visão de mundo, acabamos por atrofiar nossa capacidade de diálogo e de lidar com o contraditório.

Agora que as aulas estão voltando, meninos e meninas que se esconderam no casulo do conforto doméstico estão com medo de se colocar a cabeça para fora de casa.

Portanto, pedimos aos pais e mães de crianças e adolescentes que observem o comportamento de seus filhos. Se notarem que a tensão de voltar para as aulas presenciais é maior que a tensão de ficar fechado em casa, é bom marcar uma consulta com médico ou psicólogo.

Precisamos criar espaço para que esses jovens compartilhem seus medos e preocupações. Necessitamos identificar problemas como Transtorno de Estresse Pós-traumático e fobias sociais, bem como as dificuldades de adaptação que podem acontecer nesse período.

Saúde no corpo e na mente a todos. Fiquem em paz.

Roger T. Soares
Médico Neurologista
crm 69239

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2021 Roger Soares

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *